sábado, 15 de maio de 2010

Sobre INTERESSE e bom desempenho em Inglês

Abaixo a minha resposta a um e-mail que recebi ontem a noite:
Boa noite professor Fabio,

gostaria de saber o melhor método de aprendizado e memorizaçao que voce usou quando era mais novo.

obrigada

Michele


Minha resposta:
Oi Michele. Bom dia pra você.

Imagine uma situação: digamos que você seja fã incondicional e perdidamente apaixonada por um cantor pop internacional: ou o Bono Vox, ou o Chris Brown ou o Justin Bieber (citei três gerações diferentes pois não sei sua idade). Aí você vê, na primeira página do jornal, em letras garrafais, a manchete de que ele vem fazer um show na sua cidade e, para mais informações, você deve abrir numa página do jornal e lá há uma reportagem enorme falando da certeza do show, dando detalhes como dia, hora, preço, tempo de estada do cantor no país, em que hotel ele vai ficar etc. Fala a verdade: após ler tudo, você não vai ter decorado todas as informações ? Não será capaz de ligar para uma amiga também fã do cantor e, sem titubear, sem precisar ler o jornal de novo, não vai ser capaz de dar todos os detalhes para ela ?
Isso se chama INTERESSE, não no caso famoso e pejorativo da palavra (interesse de tirar vantagem abusiva de alguém ou alguma coisa), mas, mais profundamente, interesse em ser feliz, em aproveitar, para seu bem estar e para sua experiência de vida, um acontecimento que você julga bom, prazeroso, imperdível.
É este interesse, puro, que faz com que aproveitemos 100% do que lemos sobre alguma coisa e foi assim que sempre aconteceu comigo quando tinha contato com Inglês como aluno na escola, nos cursos e na faculdade (e ainda acontece hoje em dia o tempo todo ao ver filmes, ler livros ou revistas, ouvir música e preparar qualquer exercício para meus alunos). Eu AMO a língua inglesa como uma fã ama seu ídolo, como quase todos os homens (eu incluído) ama seus times de futebol e assimila também 100% do que lê ou ouve a respeito de novidades sobre seus jogadores, eventuais compras ou vendas de atletas, jogos decisivos e por aí vai.
Na escola eu era um aluno de desempenho mediano em todas as matérias, mas desde o C.A, desde os 6 anos, até o fim da faculdade de Letras, só tirei notas acima de 9,0 em Inglês. Porque sou um gênio ? Ha ha ha, longe, muito longe disso... mas porque sempre enxerguei utilidade no aprendizado da língua, oportunidades palpáveis que me trariam mais felicidade na vida como ser capaz de entender um filme sem precisar de legendas, entender um jogo de videogame sem precisar de dicionários, dar informações precisas a turistas na rua (como eles ficam felizes, como seus olhos brilham quando conseguem alguém que lhes dê informações claras sobre o que precisam).
Enfim, o Inglês tem inúmeras qualidades extra-classe. E por isso assimilei muito melhor, pois tive mais... Interesse !

Desculpa se a resposta ficou muito grande, me empolguei fortemente escrevendo agora.

Grande abraço e o que precisar é só falar.

2 comentários:

felipe catraca disse...

Sou fã do seu blog, achei interessante este post também. Só não concordo com a "falta de aplicação extra-classe das outras matérias". Todas elas têm aplicações. Sou professor de matemática em escola e também dou aula particular para todos os níveis: do básico ao superior. E vejo sempre contextualização (principalmente no superior, onde as pessoas não estão preocupadas com a decadência da educação, mais conhecida como vestibular. kkkk).

Fabio Costa e Silva disse...

Felipe:

Rapaz, virei seu fã ! Você deve ser um excelente professor e um ótimo ser humano.
Você apontou um erro de forma bem humorada e educada. O país precisa de mais pessoas como você.
Você tem toda a razão. Já apaguei a comparação errônea que fiz com outras matérias.
Na verdade a matemática é até mais usada que o Inglês no dia a dia: contas, porcentagens, juros, fração e, creio, muitos outros tópicos mais avançados.
Caso você seja do RJ, me mande um e-mail. Alguns alunos perguntam se eu conheço um bom professor de Matemática e às vezes querem aulas particulares. Até hoje eu não conhecia nenhum para indicar.
Mais um vez Parabéns e Obrigado.